apedrejamento

Em 2006, a iraniana Sakineh Mohammadi Ashtiani foi acusada de adultério. Após ser torturada com chicotadas e forçada a confessar, ela foi condenada a morrer por apedrejamento. Nessa forma de execução, a mulher é enrolada com um pano branco e enterrada de pé, apenas com a cabeça acima do chão. Pedras são então atiradas, sendo que segue-se a regra de que têm que ser grandes para causar sofrimento, mas não podem ser suficientemente fortes a ponto de a morte ser imediata.

Para tentar impedir que essa pena cruel e anacrônica seja cumprida, foi criado o site http://freesakineh.org/, com um abaixo-assinado que já reuniu mais de 30 mil assinaturas, entre elas as de Salman Rushdie, Samantha Power e Ayaan Hirsi Ali.

Via Blog da Companhia, no twitter da @labucaneira com a nossa hashtag (#luluzinhacamp).