Blogueiras Negras

Hoje, 25 de julho, é Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha. Uma data que existe para lembrar a luta das mulheres negras, muitas vezes tratadas como cidadãs de segunda classe em nosso país, como a carne mais barata do mercado. A resistência das mulheres negras merece e precisa sempre ser lembrada.

Ano passado, publicamos um texto muito especial da Larissa Januário: ‘A Tia Anastácia e o pé na cozinha’. Falando sobre essa relação entre as negras e o batuque da cozinha, aquela que é sempre ajudante e nunca protagonista. Quando dizemos que o racismo no Brasil é velado, falamos desses pequenos atos cotidianos, dos olhares, de como enxergam a mulher negra que entra sozinha num bar, que chega para uma vaga de emprego, quando entra na loja cara de um shopping, de sua invisibilidade na televisão e na publicidade.

Esse texto da Larissa foi feito para marcarmos presença na I Blogagem Coletiva da Mulher Negra, organizada pela Charô, Luluzinha desde o início do grupo. Essa empreitada rendeu frutos e esse ano nasceu o projeto: Blogueiras Negras.

Talvez você se faça a seguinte pergunta: mas por que um blog só sobre mulheres negras? Porque é preciso contar as histórias dessas mulheres, que geralmente se perdem em meio a generalização de outros blogs de mulheres. É importante termos em mente que não existe “a mulher”. Dependendo de sua classe social, raça, etnia, emprego, estudo, sexualidade, entre outros fatores sociais, cada mulher viverá diferentes experiências, com diferentes perspectivas.

As Blogueiras Negras existem para marcar presença na internet:

Fazemos de nossa escrita ferramenta de combate ao racismo, sexismo, lesbofobia, transfobia, homofobia e gordofobia. Porém, também pretendemos ser uma comunidade; um espaço de acolhimento, empoderamento e visibilidade voltados para a mulher negra e afrodescendente. Acreditamos que a troca de vivências e opiniões em função da negritude partilhada não é apenas desejável, mas um objetivo comum. Queremos celebrar quem somos, quem fomos e quem seremos.

Como espaço de discussão, festejaremos nossa afroascendência. Ressignificaremos o universo feminino afrocentrado através do registro nossas histórias, nossas teorias e sentimentos. Escrevendo, gravando e produzindo, construindo nossa própria identidade como mulheres negras e afrodescendentes. Mulheres de pena e teclado, reinventando a tela para que amplifique nossas vozes.

Perguntei a Charô o que a motivou a construir as Blogueiras Negras e como ela enxerga o projeto após seis meses no ar:

O Blogueiras Negras surgiu após uma série de experiências que tive com a atuação de mulheres na internet. Nesse processo, o Luluzinhacamp é fundamental, pois foi o primeiro espaço de acolhimento, tanto virtual quanto presencial, que conheci. Um segundo espaço que me acolheu foi o Blogueiras Feministas, onde praticamente todo mundo que está fazendo o feminismo online acontecer se reúne. Conhecer um projeto chamado Afroblogs me fez perceber que talvez houvesse espaço para que a produção de conteúdo da mulher negra que escreve especificamente para internet.

Assim, em 2012, surgiu a Blogagem Coletiva da mulher negra. Algum tempo depois, li um post no Tempo Fashion, da blogueira Juh Sara, perguntando onde estavam as blogueiras negras na moda. Porque as pessoas imaginavam que esse tipo de conteúdo não poderia ser escrito por uma negra. Então, me perguntei onde estavam as blogueiras negras e imaginei o projeto. Porém, o grupo só ganhou fôlego com a chegada de outras facilitadoras. Primeiro, Larrisa Santiago e Verônica Rocha. Depois, Maria Rita Casagrande do True Love e Zaíra Mau Humor Pires.

Isso sem falar da generosidade das mulheres que se dispõe a escrever com a gente, claro.

Para mim é uma honra ser colaboradora de um projeto tão bacana. Então, não deixe de conhecer iniciativas importantes como essa e de lutar contra o racismo. Em agosto, acontecerá o primeiro Encontro das Blogueiras Negras em São Paulo, mais uma oportunidade para conhecer mulheres incríveis.

Esse post faz parte da I Blogagem Coletiva 25 de Julho – Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha.

#memedejaneiro semana 3 e 4

Ganpati Bappa Morya 

Fechando o #memedejaneiro no LuluzinhaCamp, os posts dos nossos últimos temas. A gerência pede perdão pela demora. Caso você tenha escrito e seu post não esteja por aqui, por favor, avise nos comentários.

Semana 3: Ídolos

Tati Lopatiuk – http://www.elviscostellogritoumeunome.com/2013/01/memedejaneiro-quais-sao-seus-idolos-e-o.html

Marina Maciel – http://espiraldosilencio.com.br/2013/01/meu-idolo-e-o-que-ele-revela-sobre-mim/

Simone Miletic – http://smiletic.com/2013/01/23/um-idolo-deve-nos-inspirar-a-sermos-melhores/

Francine Emília – http://aboutheadlines.wordpress.com/2013/01/18/memedejaneiro-idolos-e-o-que-eles-dizem-sobre-mim/

Renata Checha – http://blog.renatachecha.com.br/memedejaneiro-luluzinha-camp-semana-3-e-4/

Garcia Sales – http://garciasales.com.br/meus-idolos-merecem-uma-oracao-por-dia/

Suzi Sarmento – http://oksuzi.blogspot.com.br/2013/01/a-li-o-luli-e-o-hey-ho-lets-go.html

Fernanda Abreu – http://www.99baloes.com.br/pensamentos/os-meus-herois-nao-morreram-de-overdose/

Nary Leandro – http://chat-feminino.com/memedejaneiro-sobre-idolos/

Lucia Freitas – http://ladybugbrazil.com/2013/01/idolos-inspiram-aaron-swartz-memedejaneiro/

Cris Moreira – http://moreiracris09.wordpress.com/2013/01/24/meus-herois/

Elisangela Silva – http://www.elisangelasilva.com.br/quem-sao-seus-idolos/

Semana 4: Meu jeito de salvar um dia ruim

A Garota e seus livros – http://agarotaeseuslivros.wordpress.com/2013/01/25/memedejaneiro-o-meu-jeito-de-salvar-um-dia-ruim/

Francine Emília – http://aboutheadlines.wordpress.com/2013/01/28/memedejaneiro-como-salvar-um-dia-ruim/

Suzi Sarmento – http://oksuzi.blogspot.com.br/2013/01/20-maneiras-para-salvar-um-dia-ruim.html

Simone Miletic – http://smiletic.com/2013/02/01/receita-uma-pitada-de-chocolate-umas-lambidas-de-ca-sorriso-de-amiga/

Nary Leandro – http://chat-feminino.com/para-salvar-um-dia-ruim/

Tati Lopatiuk – http://www.elviscostellogritoumeunome.com/2013/01/memedejaneiro-o-meu-jeito-de-salvar-um.html

Fernanda Abreu – http://www.99baloes.com.br/aleatoriedades/pilulas-para-salvar-um-dia-ruim/

Nary Leandro – http://chat-feminino.com/para-salvar-um-dia-ruim/

Lucia Freitas – http://ladybugbrazil.com/2013/01/10-dicas-para-deixar-o-dia-ruim-pra-tras-memedejaneiro/

foto: Vinay Bavdekar via Compfight

Presente de Natal para o Diapositivo, um blog sensacional

O post de hoje foi escrito há tempos, parte do Desafio 21 Dias: escrever um post como presente de Natal. Luluzinha que é Luluzinha – participa do grupo e dos encontros – com certeza conhece a Gabi Butcher. Mas nem sempre o seu blog.

No Diapositivo, a Gabi tem duas colunas fixas muito bacanas: a 4ª ao meio – publicada toda quarta-feira (duh) e a Duplex, onde ela dá dicas de lugares bacanas. Foi assim que conheci o Tumblr À Gerência, um dos meus preferidos.

Gabi é mais que FotoRecado – uma ideia genial e muito bacana. Ela é fotografia de gastronomia em detalhe, com dicas e resultados de dar água na boca.

Além dos dois posts que acabei de linkar, os meus preferidos:

Corte de Cebola Brunoise – imagens sensacionais, com detalhes técnicos que ajudam a produzir boas fotos.

Os posts de sopas – deusa! O que foi isso? Eu passei um mês fazendo sopa depois das fotos da Gabi (com receitas de Letícia).

A Gabi acha que não sabe escrever. Ela sabe sim – e suas fotos são tudo de bom. Como são o seu melhor, seus posts contam as histórias em imagens com leveza e graça.

Dois exemplos rápidos: o segundo Rolê Garfo & Foco (se você mora em S. Paulo, fique de olho nesta história), é uma delícia; e a prévia do Festival Carne Moída. Duas histórias que ficam muito melhores com as imagens dela. E, sim, os textos da Gabi valem a pena.

Gabi (Andrew e Rebecca): Feliz Natal, queridos. Que vocês passem uma noite mais que feliz e iluminada.

Quem somos nós?

Atrasadona com as tarefas do Desafio 21 Dias, Edição 2011, resolvi colocar a vida em dia. Resultado: hora de atualizar o Sobre do blog.

Apesar de ela estar relativamente correta, faltavam dicas para entrar no grupo e como nos acompanhar.

Resolvi seguir a estrutura da mestra e criar uma nova seção na página, com o que aconteceu nos últimos anos aqui nesta comunidade e outros detalhes importantes (acho eu) para quem nos procura.

Confiram lá como ficou.

Aprenda com seus erros

Syntax Error - Folded Up beyond all recognition, Simon Pow, CC-BY-NC-ND

A 7ª tarefa do Desafio 21 Dias – Edição 2011 é encontrar entre 3 e 7 erros no blog. A ideia é compartilhar o que já aconteceu – e os remédios que usamos – para manter os blogs funcionando bem.

O primeiro “erro” era não ter backup atualizado do blog. Quando a Denise perdeu todos os seus arquivos, em maio, o alerta vermelho bateu e providenciei a ferramenta para não cometer nunca mais este erro: WP-DB Manager. Prático, rápido, instantâneo. E ainda recebo tudo por e-mail automagicamente. [Depois de tempos eu fiquei imaginando porque o Gmail estava perto de 80% de uso. Já adivinharam? Sim, eu criei um filtro automático para a história e nem olho… 😀]

Não ter busca no blog – Ainda não consegui resolver este – sim, eu já chamei a galera do X-Cake, que fez o nosso site, para tentar resolver. A busca aqui no LuluzinhaCamp não funciona. Ponto. Isso é um horror para qualquer leitor – e para todas nós, autoras, quando queremos procurar algo mais antigo. Humpft.

Usabilidade nenhuma – as informações sobre como funciona o nosso grupo e como participar estão lá, na home, aparentemente de forma clara. Então porque todo santo de vez em quando recebo e-mails via contato perguntando #comofaz? Não funciona, né? Eu não incomodo de responder por e-mail – já fiz até uma resposta pronta no Gmail. O jeito de resolver eu já disse e repito: novo layout virá em 2012.

Não checar constantemente os links das lulusmea culpa, mea culpa, mea máxima culpa. Sempre tem gente nova no grupo. Elas têm que preencher cadastro, onde ficam os blogs. E eu não checo constantemente este arquivo. Resultado: ficam montanhas de links quebrados ou desatualizados aí na nossa sidebar. Não pode, não deve, não quero. Só me toquei desta falha na primeira tarefa do Desafio 21 Dias. A partir de agora, uma vez por mês teremos checagem de links por aqui. Afinal, originalmente somos um grupo de blogueiras.

Mostrar mais a nossa cara – Nosso grupo é muito ativo e conversas rolam para todos os lados – e ficam fechadas na lista de discussão, isso não aparece aqui no blog. Vou aproveitar o Desafio – e a chegada do ano novo – para organizar um novo jeito de fazer isso. Quem quiser dar palpite, pode usar os comentários.

Acho que é isso. Os comentários também estão abertos a suas críticas e sugestões. Afinal, muitos olhos funcionam melhor que um só par, não é?

foto: Simon Pow, CC-BY-NC-ND

Mostre seu amor

Temos selinhos para o seu site ou blog.
Pegue o seu.

Outubro Rosa

Outubro Rosa 2014

Blogroll

Page 1 of 3123