Foto Recado @LuluzinhaCamp

#heleninhas @inquietudine @mariamma @_bani @losille. Foto: Gabi Butcher

Pronto eu fiz. Neste título há duas palavras muito caras a mim: potência e tessitura. Aprendi a tecer em 2003, durante uma etapa da minha vida em que a trama me ajudou a encaminhar a vida – e a descobrir o benefício do erro, que a perfeição pode ser, de verdade, esteticamente feia. Potência é palavra mais antiga no meu vocabulário que veio através do Guattari e da Suely Rolnik e instalou-se de forma perene, afetiva e muito presente em minha vida.

luluzinhacamp por @jujubalandia

abertura do LuluzinhaCamp 2010. Foto: Juliana D'Alcantara

Neste terceiro LuluzinhaCamp aconteceram muitas coisas ao mesmo tempo, como sempre, todas com gosto de uma doce trama de potências vitais. A primeira foi a descoberta da Casa Bartira, um lugar aconchegante onde nós conseguimos nos acomodar – mesmo com o clima horrível do dia 18 de setembro. A segunda, o patrocínio da galera do Com que Look Eu Vou? que, com toda a delicadeza, criaram uma decoração sensacional e um ambiente perfeito para a nossa reunião, sem maiores interferências e com uma participação bacana, que aconteceu do jeito que deve ser dentro de um Camp: propostas no quadro, rodas de conversa e muita liberdade. A presença do pessoal do Dia Rosa, com palestra muito informativa foi outro item fundamental. O padrão terminou de se formar com a participação das mulheres bacanérrimas do Consulado da Mulher (Laciete, Dulcinéia, Luciana, Nadir e Luciane) e a clínica de cabelos da Amend. E nada disso teria a menor graça não fosse a presença linda da nossa linda e insuperável Gabi Butcher e do seu FotoRecado, que sempre captura os melhores momentos de todas nós.

Dia Rosa, por Juliana D'Alcantara

Dia Rosa, por Juliana D'Alcantara

A cada frase deste parágrafo me vem à mente o nome de muitas mulheres que, presentes e ausentes, ajudaram a construir tudo isso. E a potência que esta reunião cria para novas conversas, distribuir conhecimento, compartilhar bom humor, rir de nós mesmas e de nossos problemas – que ficam esquecidos por algumas horinhas. Pensamos e falamos de saúde, de moda, de trabalho. Conhecemos mulheres que só existiam no grupo ou no twitter.

Sofá lotado, por Nat Gunji

@srtabia @deniserangel @renatapinheiro @lufreitas @liscomunello. Foto: Nat Gunji

Foi para isso que o LuluzinhaCamp nasceu: para reunir, agregar, promover encontros das mulheres interneteiras no Brasil. Encontros que disparam potências e tempos depois brotam em posts como o da Denise Rangel sobre a Nadir – que mostra pura admiração e um trabalho de blogagem muito do bem feito. Ou no post da Anne, no Chat Feminino, que esteve pela primeira vez no evento e contou tudo o que rolou. Ver que nosso trabalho de conseguir mimos para todas – nos sorteios e com os nossos patrocinadores – vira um quase meme no Garotas Nerds que está sorteando um kit com presentinhos que ganhou. Que a galera da Espalhe nos prestigia com o Livro pra Voar – que fez o maior sucesso – e manda a nossa representante do Ecoblogs para mostrar com quantas canecas se faz um evento ecológico. E, acima de tudo, olhar a mesa durante e depois, e ver que vocês prestaram atenção ao que pedi: mais qualidade nos alimentos.

E terminamos em grande estilo, numa pequena roda, discutindo o que eu mais gosto: blog! Uma oficina que era pra ser minha, mas foi de todas, com lições da Lanika, do Agni (porque eu liberei pros moços depois das 18h30) e conversas que seguiram noite adentro. Porque, sim, quem ficou estava cansadaça, mas ninguém queria ir embora… Talvez por isso os pedidos são: queremos mais! Sim, queremos mais. Mais encontros, mais potência, mais troca. E cabe a cada uma de nós, em blogs, twitters, facebooks e o que mais tivermos às mãos, fazer isso.

P.S. 1: Quem está no grupo de discussão deve preencher a página com as suas informações para estar no nosso blogroll. Ontem, tá?

P.S. 2: Obrigada mesmo a todas as coordenadoras, especialmente à Srta Bia e à Lis Comunello pelo esforço e graça de fazerem o sorteio – que é o momento mais muvuca de todos – sem a @lufreitas.