Um Bichinho Complicado

LadyBug
Photo Credit: AussieGall

Mulher é um bichinho complicado.

É frágil, é forte, é bem resolvida, e tão indecisa. Super batalhadora, mas precisa muito de mimo, muitos mimos. Tão compreensiva, e por vezes tão irracional.

Somos mutáveis, multi-dimensionais. Somos sonhos e decepções, aprendizado, teimosia; nariz na porta e pé na porta.

Somos mães, filhas, amigas, executivas, estudantes, companheiras, concorrentes, rivais.

A mulher é um bichinho complicado porque não somos isso OU aquilo. Somos isso e aquilo e mais isto, e dependendo da época do mês e das configurações planetárias, um pouco daquilo outro.

Entre milhões de outras coisas, também somos blogueiras. Escrevemos sobre tudo, cada uma do seu jeito, mostrando um ponto de vista diferente. Escrevemos a vida em nossos blogs, contamos histórias, fazemos reflexões, ensinamos, compartilhamos e aprendemos.

E chegou a hora de nos conhecermos pessoalmente, falar cara a cara, pegar no braço da outra, olhar nos olhos, tomar um café. Dividir uma lágrima, talvez ouvir a mesma história – desta vez, contada com voz, com gestos, com olhares. Falar “Lembra?” e ouvir de volta “Lembro, claro que lembro!”, acompanhado com um sorriso, uma gargalhada.

Vai ser inesquecível. Luluzinha Camp, lá vamos nós!

Nospheratt – Deusario

para as que são de cozinha

sim, sou uma jovem senhora de 36 anos – ah, não neguem: com esta idade não somos mais jovens. podemos ser bonitas, interessantes, alegres e cheias de energia, mas jovens… não. e isso não é uma reclamação, é só uma constatação e uma explicação para a proposta saudosista que estou prestes a fazer 🙂

as que são da mesma época que eu lembram que a mulherada sempre chegava às festas de família com um pratinho de quitutes – bolo, torta, docinhos, salgadinhos? a mesa então ficava cheia de cores das comidas, dos pratos desparelhados, dos panos de prato caprichados de cada mulher, que fazia questão de ensinar aquela receita de família.

as cadeiras eram espalhadas pela casa, os banquinhos tirados dos lugares mais improváveis pra acomodar aquela gente toda que falava, comia e ria muito. os grupos se faziam e desfaziam sem nenhuma ordem, a única regra era não ficar num canto, isolado.

me ocorreu agora que essa modalidade de festa talvez não tenha relação com a época mas com a classe social – eu pertenço a uma família muito simples, de periferia e sem muito dinheiro. alguém aí tem a mesma experiência?

independente do motivo, fato é que adoro essa mistura de comidas e cores, adoro a idéia de compartilhar comida e receitas. e se nós, que gostamos de cozinhar, levássemos para o evento nossos pratinhos e receitas?

quem quiser me acompanhar, chega junto. vou escolher meu quitute e meu melhor guardanapo pra oferecer – espero vocês por lá!

zel – http://www.zel.com.br

Começando

Vamos abrir logo estes trabalhos.

A reunião: mulheres, blogueiras – não importa de onde, o importante é vir.

O local: Espaço Gafanhoto – Av. Rebouças, 3181

Quando: dia 23 de agosto, das 10h às 17h

Para quê: vale tricô, vale feirinha, vale fofoca, vale trocar maquiagem e roupa. Vale conversar de template, de escrevinhação. Vale o que a gente quiser, como quisermos. Um dia para ser mulher e interneteira. Pra conversar de família, de companheiro, de amigas. Que tal?

Faça a sua inscrição (é de grátis) e venha ter o seu dia de mulherzinha.

Mostre seu amor

Temos selinhos para o seu site ou blog.
Pegue o seu.

Outubro Rosa

Outubro Rosa 2014

Blogroll

Page 29 of 29« First...1020...2526272829